Animal ameaçado de extinção posa para câmera, em Nova Friburgo

Publicado: Última atualização em 52180 visualizações

Registro foi feito pelas lentes do Projeto Aventura Animal

Os registros de animais raros ameaçados de extinção estão cada vez mais frequentes, tudo isso por conta do Projeto Aventura Animal, presente na reserva ecológica do Parque Estadual dos Três Picos, em Nova Friburgo e outros municípios vizinhos.

Desta vez, foi o gato-do-mato flagrado pelas armadilhas fotográficas. O animal chegou a fazer uma pequena pose antes de continuar sua jornada.

Esta semana, o projeto ganhou ainda mais visibilidade após o famoso biólogo Henrique Abrahão, que também é friburguense e considerado um dos dez melhores do Brasil em sua profissão, com mais de 300 mil seguidores no Instagram, mostrar imagens dos flagrantes da fauna da Mata Atlântica, captadas pelo Projeto, coordenado pelo fotógrafo Juran Santos.

Sobre o Projeto Aventura Animal:

O Projeto Aventura Animal começou em 2021 e foi idealizado pelo ambientalista Juran Santos com o apoio de Franco Carlos Estebanez. Ele favorece o conhecimento biológico do Bioma da Mata Atlântica, e as imagens são importantes ferramentas para a conscientização da população quanto aos cuidados com a fauna e flora da região. O Projeto atua em Cordeiro (Apa Mata do Posto), Bom Jardim (Propriedade Particular), Nova Friburgo (Caledônia), Lumiar (RPPN Reserva Ecológica do Rio Bonito de Cima) e Santa Maria Madalena.

Segundo a equipe que faz parte do Aventura Animal, é um grande esforço para obter vídeos de muitas espécies nativas interessantes. Estas espécies sofrem com a fragmentação e destruição de seu habitat, caça e atropelamento por automóveis devido à expansão da malha viária. Para isso, são necessárias várias câmeras do tipo “câmeras trap”, especialmente projetadas para obter imagens de animais da floresta, em modo remoto.

Por diversas vezes, as câmeras de Juran já flagraram onças-pardas em Bom Jardim, Nova Friburgo, além do gato-do-mato, gambá, jaguarundi, jacu, pariri, irará, paca, quati, tatu, entre outros.

A reprodução deste conteúdo em parte ou em sua totalidade, sem prévia autorização do EcoSerrano, pode acarretar em violação dos direitos autorais e resultar em uma ação judicial.

Redes Sociais do EcoSerrano

Telegram

Grupo de Whatsapp 3

Grupo de Whatsapp 2   

Grupo de Whatsapp 1  

Instagram: @ecoserrano

Facebook: @ecoserranoo

Twitter: @serrano_eco

Youtube: EcoSerrano

1 comentários

Walter Gomes 2 de março de 2024 - 20:54

É às formigas , que estão morrendo ninguém fala nada?.

Repetir

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies