Jacaré entra na área urbana no Rio de Janeiro

Animal selvagem aparece em área residencial

96243 visualizações

Vídeo foi gravado na noite de segunda-feira. “Herói” improvável surge para “salvar” moradores. Veja as imagens

Na noite da última segunda-feira, 20 de maio, um episódio inesperado causou alvoroço na comunidade Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Um jacaré foi flagrado entrando em uma vila de casas, surpreendendo e assustando os moradores. A presença do animal selvagem rapidamente atraiu uma multidão, que saiu às ruas para registrar o momento com seus celulares. O jacaré, visivelmente assustado, foi cercado por dezenas de pessoas, o que aumentou sua tensão. A situação tornou-se ainda mais caótica quando dois cães vira-latas, um deles do tipo caramelo, ameaçaram avançar sobre o réptil. Um dos cães chegou a encostar no jacaré, forçando o animal a recuar. A confusão resultou no afastamento do jacaré da vila, e não há informações sobre seu retorno ao habitat natural.

A partir de agora, os moradores de Nova Friburgo e região serrana contam com um novo canal para compartilhar suas experiências, denúncias e flagrantes através do portal EcoSerrano. Este espaço livre permite que os cidadãos enviem vídeos e fotos de uma variedade de situações, como batidas, brigas, acidentes de trânsito, queimadas e informações sobre crimes.  LINK PARA O CANAL: https://chat.whatsapp.com/ERr5AYCO0Nq0g0KXQC21iL

Habitat Natural

Os jacarés são répteis que geralmente habitam áreas úmidas, como rios, lagos, pântanos e manguezais. No Brasil, espécies como o jacaré-do-papo-amarelo (Caiman latirostris) são comuns na região Sudeste, incluindo o estado do Rio de Janeiro. Esses animais preferem áreas com água doce e vegetação densa, onde podem se camuflar e encontrar alimento facilmente. A Zona Oeste do Rio de Janeiro, especialmente áreas próximas à Lagoa de Jacarepaguá e ao Parque Natural Municipal de Marapendi, é um habitat natural para os jacarés. A presença de vastas áreas alagadas e manguezais oferece um ambiente ideal para esses répteis.

Por que eles aparecem em áreas urbanas?

A urbanização crescente e a destruição de habitats naturais são fatores que contribuem para o aparecimento de jacarés em bairros do Rio de Janeiro. A expansão das áreas urbanas invadiu territórios que antes eram exclusivamente naturais, levando os animais a se aventurarem em busca de novos espaços e alimento. Além disso, a poluição e a modificação dos cursos d’água podem forçar os jacarés a deixarem seus habitats tradicionais. Outra razão é a proximidade das comunidades urbanas com áreas de preservação ambiental. Os jacarés podem sair dessas áreas em busca de alimento ou devido a mudanças no nível da água durante as chuvas fortes, que são comuns no Rio de Janeiro. Quando isso ocorre, os animais acabam entrando em áreas habitadas por humanos, causando situações como a vista na Cidade de Deus.

Medidas de segurança e conservação

A aparição de jacarés em áreas urbanas destaca a necessidade de medidas de segurança e conservação. É importante que a população saiba como agir ao encontrar um animal selvagem. Não se deve tentar capturar ou espantar o animal, pois isso pode ser perigoso tanto para o jacaré quanto para as pessoas envolvidas. A recomendação é acionar as autoridades competentes, como o Corpo de Bombeiros ou os órgãos ambientais, que possuem treinamento adequado para lidar com esses casos. Além disso, a preservação dos habitats naturais é crucial para reduzir o conflito entre humanos e jacarés. Projetos de conservação e a manutenção de áreas de proteção ambiental são essenciais para garantir que esses animais tenham um espaço seguro onde possam viver sem invadir áreas urbanas.

A reprodução deste conteúdo em parte ou em sua totalidade, sem prévia autorização do EcoSerrano, pode acarretar em violação dos direitos autorais e resultar em uma ação judicial.

Redes Sociais do EcoSerrano

Telegram

Grupo de Whatsapp 3

Grupo de Whatsapp 2   

Grupo de Whatsapp 1  

Instagram: @ecoserrano

Facebook: @ecoserranoo

Twitter: @serrano_eco

Youtube: EcoSerrano

1 comentários

L 23 de maio de 2024 - 22:54

Nao minha visao o animal silvestre, entrou em uma area selvagem

Repetir

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies