Domingo é o Dia da Cultura Friburguense e aniversário da Banda Euterpe Friburguense

284 visualizações

Em razão do Carnaval, os festejos do aniversário de 160 anos serão realizados no próximo mês com apresentações que prometem emocionar o público

Neste domingo, 26 de fevereiro, celebra-se o Dia da Cultura Friburguense. A data foi criada pela Lei Municipal N° 3.244, no ano de 2003, de autoria do então vereador e professor Jorge de Carvalho para celebrar ainda um acontecimento histórico muito especial que, neste ano de 2023, comemora exatos 160 anos. Em 26 de fevereiro de 1863, o maestro português Samuel Antônio dos Santos – juntamente a diversas famílias friburguenses, especialmente Bravo, Sardou, Merecci, Eckert, Folly, Martignoni, entre outras – fundava a Sociedade Musical Beneficente Euterpe Friburguense, banda de música civil mais antiga do Estado do Rio e um das mais antigas do País, em atividade ininterrupta por esses mais de século e meio.

Em razão da proximidade de sua data natalícia com o carnaval, estando as estruturas da Municipalidade todas voltadas para os festejos de Momo, a Diretoria da agremiação musical vem acertando com a Secretaria Municipal de Cultura, a realização de eventos comemorativos no mês que vem, a princípio programados para o fim-de-semana compreendido entre os dias 11 e 12 de março, segundo informou seu atual Presidente, Paulo Benitez da Silva.

As duas décadas do maestro

O maestro Nelson José da Silva Neto, que este ano também completa suas duas décadas a frente da regência da banda, tendo sua estréia como maestro ocorrida durante o Festival de Inverno de Nova Friburgo, na ilha do Country, em julho daquele ano de 2003, informa ainda que para março também estão sendo programadas oficinas de instrumentos de sopro, com professores da UNIRio, numa oportunidade de aperfeiçoamento dos músicos e alunos da Escola de Música Maestro Samuel Antonio dos Santos, a pioneira escola profissionalizante do Município, fundada também junto com a banda.

O 160° aniversário da Euterpe Friburguense é uma marca que honra não só Nova Friburgo, mas todo o País, por manter e preservar a tradição deste patrimônio musical, atravessando tantas gerações. A banda que surgiu de uma promessa de seu maestro fundador, em alto mar, na travessia marítima entre Lisboa e Buenos Aires, no ano de 1858, nos dias de hoje representa um exemplo de resistência e superação de tantas dificuldades, através dos tempos.

Resgate carnavalesco

Antecedendo o aniversário da Euterpe, aproveitando mais uma vez a ocorrência próxima ao período carnavalesco, esse ano o maestro Nelsinho e um grupo de músicos resolveram promover um resgate, ao realizar apresentações relâmpagos do bloco ‘Confraria da Euterpe’, reeditando antigos carnavais, em que os bailes da sede da agremiação eram animados pelas chamadas liras daquela época. Com apresentações na frente da sede e na Praça do Lúpulo (ambas na Avenida Euterpe e ainda na Estação Livre prefeito César Guinle, na Praça Getúlio Vargas, o grupo deu apenas uma pequena demonstração do que poderá ser os futuros carnavais da ‘Centenária das Centenárias’.

Redes Sociais do EcoSerrano

Telegram
Grupo de Whatsapp 3
Grupo de Whatsapp 2 (lotado)  
Grupo de Whatsapp 1 (lotado) 
Instagram: @ecoserrano
Facebook: @ecoserranoo
Twitter: @serrano_eco
Youtube: EcoSerrano
Texto escrito e enviado por Girlan Guiland

1 comentários

Maiby carestiato frossard 24 de fevereiro de 2023 - 12:50

Banda Euterpe, orgulho Friburguense! Parabéns pelos 160 anos ininterruptos de música, cultura e alegria para Nova Friburgo!

Repetir

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies
error: Content is protected !!