Polícia resgata homem mantido em cárcere privado, no Solares 2

151 visualizações

Vítima tem problemas mentais e era agredida regularmente. Agressões foram postadas no Youtube. Polícia investiga se internautas “patrocinavam” acusado

Na última terça-feira, 10, a 151ª DP anunciou o resgate de um homem de 30 anos que estava em cárcere privado, no bairro Solares 2. Os oficiais informaram ainda que a vítima sofre de uma doença mental e era mantida contra sua vontade. Os indícios apontam que a vítima tenha sofrido agressões, o que configuraria uma situação com requintes de crueldade.

Natural de Senhor do Bonfim-BA, a vítima, segundo a Polícia, era regularmente agredida no cativeiro, sendo usuário de medicação controlada, bem como aposentado por invalidez devido a sua patologia.

O acusado e a vítima, ao que tudo indica, se conheceram através da internet. A Polícia afirma ter recuperado imagens das agressões no “Youtube”. As agressões seriam filmadas e publicadas pelo autor para obter recursos A Polícia vai investigar ainda usuários do canal pagavam o acusado para a realização dos atos de agressão, entre outros delitos.Ainda de acordo com informações da Polícia, o acusado teria furtado objetos pessoais da vítima e realizado retiradas sem autorização de quase R$ 4 mil. O acusado teria ainda abusado da condição de vulnerabilidade da vítima, prática que configura furto qualificado.

O autor foi autuado em flagrante pela Autoridade Titular da 151ª DP e transferido para o Presídio de Benfica.

A família da vítima foi localizada no interior da Bahia e reconduzida ao município de origem.

2 comentários

Nilo Machado Soares Júnior 11 de maio de 2022 - 22:22

Não consigo entender o jornal de Friburgo nunca posta imagem de bandidos….qual o problema?

Repetir
Guilherme Alt 12 de maio de 2022 - 09:51

Bom dia, Nilo.
Primeiramente, muito obrigado por ser um leitor do EcoSerrano.
Respondendo o seu questionamento, é preciso esclarecer que há uma regra no jornalismo que impede veículos de divulgarem o nome e qualquer informação que identifique o suspeito de cometer algum crime. Mesmo nos casos em que o acusado tenha confessado, o julgamento e sentença ainda não aconteceram e, portanto, o veículo que não cumprir essa regra, pode estar sujeito a uma ação judicial.
Além disso, o EcoSerrano recebe as informações diretamente das autoridades policiais que não divulgam nem os nomes e nem as imagens dos acusados, justamente para não ferir a regra citada acima.
Esperamos ter esclarecido o seu questionamento e que você fique sempre atento às notícias do EcoSerrano.
Qualquer dúvida, estamos aqui para ajudá-lo.
Um grande abraço!

Repetir

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies
error: Content is protected !!