Preso suposto religioso que induzia mulher a fazer sexo para “salvar casamento”

191 visualizações

Acusado foi preso no Loteamento São João e confessou ter praticado “ritual religioso” em outras vítimas

Na última quarta-feira, 27, policiais civis da Deam-NF, coordenados pela Delegada Titular, Dra. Mariana Thomé de Moraes, prenderam um  homem de 51 anos, no Loteamento S]ao João, altura do bairro Vila Nova, pela prática do crime de Violação Sexual Mediante Fraude. A denúncia havia sido feita no último sábado, 23.

Segundo a Deam–NF, o autor, teria se passado por um líder espiritual e oferecido seus trabalhos para fortalecer o casamento da vítima. O acusado, partindo deste pretexto, teria então mantido relações sexuais com a vítima sob a justificativa de salvar seu casamento. De acordo com a Deam-NF, os atos seriam parte necessária de um “ritual”, ludibriando-a e dificultando a  livre manifestação de vontade da vítima.

Ainda segundo a denúncia, o acusado tentou praticar atos sexuais com a mãe da vítima, mas não obteve êxito em seu intento.

Após a prisão, o autor confessou a prática do crime de violação sexual mediante fraude e afirmou que já havia praticado o “ritual” em outras oportunidades, sem saber precisar quantas.

A Deam-NF informou ainda que consta no histórico criminal do acusado “a prática de atos extremamente similares aos ora narrados”, a pretexto de “salvar o casamento” da vítima.

Cumpridas as formalidades legais, o autor será encaminhado para o sistema prisional.

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies
error: Content is protected !!