Prefeito Johnny Maycon será investigado por pagamento irregular a empresa de recapeamento asfáltico

Ministério Público Federal vai investigar prefeito Johnny Maycon por suposta corrupção

551 visualizações

A denúncia foi feita pelo vereador Marcinho Alves e acatada pelo MPF. Prejuízo aos cofres públicos seriam de mais de meio milhão de reais. Veja o documento obtido pelo EcoSerrano

O Prefeito de Nova Friburgo, Johnny Maycon será investigado pelo Ministério Público Federal por suspeita de irregularidades no serviço de recapeamento asfáltico. A denúncia foi feita pelo vereador Marcinho Alves e aceita pelo desembargador federal Flávio Oliveira Lucas. De acordo com o documento, a qual o EcoSerrano teve acesso, o vereador Marcinho Alves afirma que a empresa Omega, responsável pela realização do serviço de recapeamento asfáltico em Nova Suíça, elaborou a ação com maquinário e insumos pertencentes à Prefeitura de Nova Friburgo.

A partir de agora, os moradores de Nova Friburgo e região serrana contam com um novo canal para compartilhar denúncias, acidentes e flagrantes. LINK PARA O CANAL: https://chat.whatsapp.com/ERr5AYCO0Nq0g0KXQC21iL

De acordo com Marcinho Alves, isso é ilegal. O contrato, ao qual o EcoSerrano também teve acesso, previa que a empresa deveria ser responsável pelo fornecimento de insumos, mão de obra e maquinário para fazer o trabalho contratado. Foram pagos R$ 562.844,53 pelo serviço. Parte da verba veio do Governo Federal, por isso a denúncia será apreciada pelo MPF.

Marcinhos Alves afirma que houve o pagamento ilegal e prejuízo aos cofres públicos. Em 2022, o vereador também denunciou a mesma empresa pela mesma prática. A denúncia foi veiculada de forma exclusiva pelo EcoSerrano: https://ecoserrano.com.br/cidade/asfalto-em-nova-friburgo-vereador-alega-esquema-de-corrupcao-e-danos-de-no-minimo-r13-milhoes-aos-cofres-publicos/. À época, de acordo com o vereador, foram pagos R$ 1,3 milhões para que a Ômega fizesse os trabalho de recapeamento e asfalto em Varginha e arredores.

O que diz a Prefeitura?

Em nota, a Prefeitura informou que o serviço contratado foi executado em sua totalidade nos meses de junho a julho de 2022, sem que houvesse qualquer dano ao erário ou dolo em sua execução, o que certamente será comprovado pela apuração federal. O Município acrescenta que o objeto desta investigação é um contrato específico para serviço de asfaltamento no bairro Nova Suíça, que contemplou mais de 12 mil metros quadrados de pavimentação, sinalização horizontal e vertical e instalação de placas de identificação de ruas. Esse contrato é fruto de convênio firmado com o Ministério das Cidades, por meio da Caixa Econômica Federal, o qual já passou pelas devidas vistorias e aceite da obra pela Caixa, que é a fiscal do convênio, bem como parecer pelo aceite final da prestação de contas constante no sistema do Ministério das Cidades. Por fim, ressalta-se o compromisso com a transparência e a prática dos atos em respeito à mais estrita legalidade, destacando-se que não há processo criminal em si, mas mera apuração, tal como ocorreu com o caso dos laboratórios que, ao final, foi arquivado.

A reprodução deste conteúdo em parte ou em sua totalidade, sem prévia autorização, pode acarretar em violação dos direitos autorais e resultar em uma ação judicial.

Redes Sociais do EcoSerrano

Whatsapp EcoSerrano Ocorrências: https://chat.whatsapp.com/ERr5AYCO0Nq0g0KXQC21iL

Telegram
Grupo de Whatsapp 3
Grupo de Whatsapp 2 (lotado)  
Grupo de Whatsapp 1 (lotado) 
Instagram: @ecoserrano
Facebook: @ecoserranoo
Twitter: @serrano_eco

Youtube: EcoSerrano

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies