Relógio com termômetro analógico está com defeito

Moradores apontam defeito em atração turística de Nova Friburgo

400 visualizações

Em cerca de 1 ano instalado, um dos equipamentos que custou ao todo cerca de meio milhão de reais, estaria com mal funcionamento

Moradores de Nova Friburgo enviaram ao EcoSerrano um detalhe curioso e lamentável: um dos relógios coloniais com termômetro analógico espalhados pela cidade está com defeito.

NOVO CANAL DE DENÚNCIAS. Moradores de Nova Friburgo e região serrana podem compartilhar suas denúncias, flagrantes de acidentes, atropelamentos, crimes, registros de animais e paisagens. Entrem no canal e enviem fotos e vídeos. LINK PARA O CANAL: https://chat.whatsapp.com/ERr5AYCO0Nq0g0KXQC21iL

Segundo os relatos, já há algum tempo que a atração turística – assim denominada pela Prefeitura de Nova Friburgo – apresenta problema e está parado. Ele está localizado no Paissandu, em frente a Praça Marcílio Dias.

Em 2023, a Prefeitura de Nova Friburgo, por meio da Secretaria de Turismo, comprou os itens por quase meio milhão de reais. Em menos de um ano instalado, o equipamento já apresentou problema. Não há informações de quando serão feitos os reparos e a frequência de manutenção destes equipamentos.

A reprodução deste conteúdo em parte ou em sua totalidade, sem prévia autorização, pode acarretar em violação dos direitos autorais e resultar em uma ação judicial.

Redes Sociais do EcoSerrano

Whatsapp EcoSerrano Ocorrências: https://chat.whatsapp.com/ERr5AYCO0Nq0g0KXQC21iL

Telegram
Grupo de Whatsapp 3
Grupo de Whatsapp 2 (lotado)  
Grupo de Whatsapp 1 (lotado) 
Instagram: @ecoserrano
Facebook: @ecoserranoo
Twitter: @serrano_eco

Youtube: EcoSerrano

2 comentários

Girlan Guilland 28 de maio de 2024 - 14:20

É o que dá ficar só achando que o “gramado” do vizinho é sempre mais bonito. O relógio de Conquista (Queijaria) também está há meses apresentando problemas. Me parece que a função do termômetro foi descontinuada… E quem paga a conta? Num País sério, com leis de responsabilidade fiscal funcionando, deveria ser descontado do próprio salário do Prefeito, não?

Repetir
Marcos 1 de junho de 2024 - 10:09

Vamos lá! O primeiro problema que eu apontei e você ignorou completamente Guilherme: o relógio foi instalado no município vizinho de Teresópolis! O da Queijaria nao funciona mais como relógio e sim como termômetro já que na correria esqueceram de fazer a instalação elétrica! Se você investigar e se tiver compromisso com a verdade vai descobrir a sujeira que está por baixo dessas compras destes relógios patéticos que como o Girlan muito bem colocou são imitações baratas de Gramado

Repetir

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seu nome, e-mail e IP por este website.

Matérias Relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Privacidade

Políticas de Privacidade e Cookies